December 29, 2015 | Fonte: UNIVADIS

Pequenas pausas para caminhadas são suficientes para prevenir danos causados às artérias das pernas devido a longos períodos na posição de sentado. Este é o resultado de um estudo conduzido por pesquisadores americanos publicado na “Medicine & Science in Sports & Exercise”. Cinco minutos de caminhadas lentas para cada hora sentado são suficientes para manter uma função endotelial intacta.

O estudo, conduzido pela Universidade de Indiana em Bloomington, envolveu onze homens saudáveis, não obesos, com idades entre 20 e 35 anos, que participaram de dois ensaios clínicos. Em um ensaio, eles ficaram sentados por três horas sem se movimentar, e no segundo experimento, eles interromperam as três horas sentados com caminhadas em uma esteira (após 0,5, 1,5 e 2,5 horas) numa velocidade de 2 milhas por hora (cerca de 3,2 km/h). A funcionalidade da artéria femoral foi medida várias vezes usando-se manguitos de pressão arterial e tecnologia de ultrassom.

O estudo demonstrou que logo após uma hora sentado, a dilatação mediada pelo fluxo das artérias nas pernas foi reduzida em 50 por cento. Entretanto, esses prejuízos não foram demonstrados em participantes que caminharam por cinco minutos a cada hora.

O líder do estudo, Saurabh Thosar, atribuiu este efeito ao aumento da atividade muscular e do fluxo sanguíneo nos intervalos para caminhadas. “Nós mostramos que ficar sentado por muito tempo prejudica a função endotelial, o que é um marcador inicial de doença cardiovascular, e que interromper o período sentado impede o declínio daquela função”, disse ele.